Há menos de um ano no mercado, a DS Seguros Barcelos tem-se expandido no setor. Pedro Lopes, diretor, revela à Portugal em Destaque a sua trajetória e o motivo pelo qual a agência, em tão pouco tempo, já é uma referência na região.

Uma história de sucesso

Iniciou a carreira profissional na área da gestão das empresas, nos últimos anos esteve ligado a um grupo empresarial associado a um fundo de investimento e chegou a recusar propostas para Lisboa e internacionais. Escolhas fundamentais que fizeram Pedro Lopes enveredar por um caminho na altura desconhecido, que exigiu muita coragem, mas tudo com um objetivo: realizar o sonho de construir o próprio negócio.

As raízes bracarenses não impediram o empreendedor de alçar novos voos e em 13 de abril de 2018, em Barcelos, deu o primeiro passo naquela que seria uma jornada de sucesso. A localização foi escolhida pela dinâmica económica e quantidade de serviços que oferece. Aliado a isso, o profissionalismo e dedicação da equipa tem trazido retorno positivo e, atualmente, a carteira de clientes é composta por pequenas empresas, passando pelos clientes particulares e visando, também, as grandes empresas num futuro próximo.

Os serviços DS e a busca pela excelência

Responder às exigências do mercado nem sempre é uma tarefa fácil, mas este tem sido o grande foco da equipa, que atua através de um aconselhamento personalizado na mediação de seguros nos ramos Não Vida e Vida. “Os primeiros, englobam mormente os seguros autos, os multirriscos, acidentes pessoais, saúde e os segundos, principal enfoque, passam, nomeadamente, pelos seguros de vida crédito habitação, vida proteção e financeiros”. O aconselhamento individualizado é efetuado pelos consultores que tentam percecionar os riscos e a melhor solução. “Assim a formação dos nossos consultores é fundamental e faz a diferença, para responderem às necessidades dos clientes”, ressalva o empreendedor. Outro ponto a destacar são os preços. De acordo com o entrevistado, estes variam mediante o tipo de seguro “A opção dos clientes é determinada quase sempre pelo fator preço. Alguns preocupam-se com a qualidade, mas a maior parte valoriza o preço. Entretanto, temos vários exemplos de pessoas que pouparam milhares de euros”, sublinha Pedro Lopes.

A dinâmica do setor associada à evolução das atividades económicas exige a atualização de competências e do conhecimento contantes. Posto isto, uma das apostas da agência e do grupo DS tem sido a formação contínua dos colaboradores, que decorre todos os meses. “Para todos os colaboradores. Há a formação inicial com o diretor, depois, para a qualificação de mediadores, existe uma formação específica realizada por uma entidade certificada”, conclui o diretor.

A agência que é ainda recente em Barcelos, conta com 12 parceiros e tem seguros em Lisboa, Porto, Aveiro, Braga e Viana do Castelo. A sua expansão é, sem dúvidas, um projeto para a equipa que também ambiciona crescer e consolidar-se. “Os projetos a curto prazo passam pela dinamização da equipa, bem como aumentar a carteira. Esta tem sido uma aposta intensiva. Este não é um dos sectores mais fáceis”, sublinha Pedro Lopes que acrescenta: “as pessoas acabam por ter algumas ideias preconcebidas que precisam ser desmistificadas”, finaliza.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone