782

 

Aqui respira-se uma história e uma simples visita tornar-se-á inesquecível. Situada no Vale do Lima, na vila de Arcozelo, a Quinta Freiria é considerada uma das casas senhoriais mais bonitas da região minhota, onde a ancestralidade convive com a modernidade, dando lugar a um espaço de incontornável beleza. A quinta constitui um legado familiar que passou de geração em geração até chegar às mãos da família Vieira Lisboa. “A Quinta da Freiria é um espaço que em termos históricos e arquitetónicos se destaca, para além disso é a casa onde crescemos, sendo por isso um lugar pelo qual temos uma grande afinidade, plena em emoções e recordações”, revelam os irmãos Maria Vieira Lisboa e João Vieira Lisboa. Esta casa sempre acolheu grandes reuniões familiares, por isso encerra um conjunto de memórias afetivas e de valores como o sentido familiar, o amor, carinho e afeto, valores que Maria Vieira Lisboa continua a transmitir aos seus filhos e netos.
A produção de vinhos faz parte da memória da família, subsistindo ainda as latadas altas do tempo do avô dos irmãos Maria e João Vieira Lisboa, que na altura produzia vinho a granel para as tabernas. “A Quinta da Freiria sempre produziu bons vinhos”, avança Maria Vieira Lisboa, sublinhando que a ideia de apostar novamente na produção de vinho e na plantação de vinhas foi do seu filho, mas foi um projeto que abraçou com grande ternura e nostalgia.
Assumindo-se como uma verdadeira apaixonada pela terra e pelos valores que lhe foram transmitidos pelas anteriores gerações, Maria Vieira Lisboa lembra que fez nascer o Quinta da Freiria, como forma de homenagear as suas raízes. “Para nós o vinho é sinónimo de alegria, união e felicidade. Tentamos colocar no que fazemos o que foi vivido, o que nos foi transmitido”, salienta.
Com cerca de dois hectares de vinhas, a Quinta da Freiria produz única e exclusivamente vinho verde, a partir da casta Loureiro. A localização no Vale do Lima é ímpar, pois aqui reúnem-se as melhores condições para a produção de vinho verde. Este vinho é caracterizado pela sua frescura e juventude, com especial realce para o seu perfume frutado e floral.
De acordo com a família Vieira Lisboa, a filosofia da Quinta da Freiria passa por apostar num segmento de qualidade e não na quantidade, numa lógica de diferenciação, exclusividade e excelência. Maria Vieira Lisboa recorda que este projeto pretende criar valor, marcar a posição da Quinta da Freiria e, acima de tudo, marcar a posição como uma região de vinhos de excelente qualidade.
“Ainda estamos a vender o Quinta da Freiria 2015, um vinho que ainda está excelente em termos de paladar e aroma. Este ano prevê-se uma produção maior, de resto, de ano para ano estamos a produzir mais, principalmente pela localização e pela excelente exposição solar”, realça a nossa anfitriã. “A excelente localização e o seu ‘terroir’ confere aos vinhos Quinta da Freiria um carácter diferenciador”, reitera.
Não obstante a presença no mercado nacional, a Quinta da Freiria também exporta uma parte da sua produção para França, Espanha e África, fruto da sua dinâmica e pró-atividade. “Fazemos vinhos para quem aprecia vinho, e é isso que nos dá prazer”, sublinha a nossa anfitriã, evidenciando a sua ligação emocional a este projeto.

Espaço de turismo rural
Maria Vieira Lisboa deu a conhecer ainda o projeto de um espaço de turismo rural para receber visitantes e turistas, permitindo transmitir todo o espírito de magia da Quinta da Freiria a todos quantos a visitem. “Neste espaço, os hóspedes serão convidados a fruir de distintas experiências e estímulos sensoriais, desfrutando de uma estadia ímpar, onde as noites são abraçadas pela natureza”, salienta Maria Vieira Lisboa.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone