A Portugal em Destaque conversou com Dário Pinto, diretor do núcleo de Ermesinde da Cenfim. Começou, nesta casa, o seu percurso há 22 anos, como formando. Conheça esta instituição pela voz de quem esteve dos dois lados da instituição: foi formando e hoje é formador.

 

Como se caracteriza o CENFIM, enquanto projeto de âmbito nacional? É direcionado para as áreas da Metalurgia e Metalomecânica?

O CENFIM – Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica é um centro protocolar de âmbito nacional, que promove a formação, orientação e valorização profissional dos Recursos Humanos do Sector Metalúrgico, Metalomecânico e Electromecânico. O CENFIM possui 13 núcleos distribuídos por todo o país, sendo um deles o Núcleo de Ermesinde, localizado no concelho de Valongo.

Quantos cursos têm, atualmente?

Temos uma oferta muito ampla que cobre todas as necessidades das empresas, incluindo prestações de serviço onde as empresas podem definir a formação à sua medida.

Qual a sua ocupação aqui, no núcleo de Ermesinde?

Estou no CENFIM há 22 anos, sendo que sou um antigo formando e hoje estou como diretor do Núcleo de Ermesinde do CENFIM.

Os jovens e as empresas procuram estes cursos, no sentido da sua formação contínua? Quem mais procura? Estas opções profissionais têm necessidade de mão de obra?

Temos uma taxa de empregabilidade altíssima e todos os dias recebemos solicitações do tecido empresarial, de técnicos formados pelos CENFIM.

A Metalurgia e a Metalomecânica estão a evoluir no sentido em que a tecnologia faz cada vez mais parte integrante de todos os processos de produção. Os profissionais da área têm necessidade de se atualizar frequentemente?

O nosso setor é sinónimo de tecnologia ‘state of the art’ o que obriga a uma constante atualização. No entanto, não descuramos a formação para as áreas mais tradicionais, dado que requerem formação muito específica e altamente qualificada. Na área do CNC estamos equipados com tecnologia de maquinação a 5 eixos, temos protocolos com várias entidades para a formação e certificação com software de modelação paramétrica CAD/CAM. Estamos também equipados com impressão 3D. A grande novidade é a parceria com uma empresa de Scanners 3D e de verificação dimensional, que nos permite já possuir estes equipamentos no nosso centro.

Quais são as capacidades que os alunos adquirem, no final destes cursos? Estão aptos para entrar no mercado de trabalho?

Podemos afirmar que estão preparados para entrar no mercado de trabalho, mas temos consciência que a experiência que adquirem nas empresas é que lhes sedimentará o conhecimento que adquiriram na formação.

É possível aos jovens prosseguir para a Universidade, já com este know-how?

Hoje, muitos dos nossos formandos quando iniciam a sua formação, já têm esse objetivo, com especial incidência nos que frequentam a formação dos CET – Cursos de Especialização Tecnológica (pós-secundários). O acesso ao Ensino Superior é possível como a qualquer outro formando. Acresce que poderão solicitar a equivalência a algumas cadeiras.

O mercado de trabalho está em constante mudança. Como se mantém o CENFIM atualizado?

O CENFIM tem uma ligação muito estreita com as empresas do setor e  parcerias com empresas e associações empresariais, a qualidade da nossa formação é aferida e  identificada através de uma contínua avaliação e na  participação ativa nos Campeonatos Nacionais, Europeus e Mundiais das profissões da WorldSkills, onde estamos ao nível dos melhores do mundo, o que muito nos regozija, mas também que nos incute uma responsabilidade acrescida e,  sem dúvida, uma ferramenta de ‘benchmarking’. Estamos envolvidos em projetos de cooperação abrangentes e inovadores a nível nacional e internacional, temos parcerias com 30 países da Europa, com o intuito de promovermos e fomentarmos estágios dos nossos formandos e formadores no estrangeiro, e temos uma forte presença nos PALOP’s em que cooperamos com as suas maiores empresas.

Este tipo de Centros Formativos são essenciais para garantir competências aos jovens, no âmbito técnico?

Temos um cariz muito prático, com recurso a equipamentos industriais, o que faz com que o CENFIM ocupe um espaço único na área da formação. Publicamos livros de âmbito técnico que são uma referência e somos  uma entidade essencial para a formação dos jovens e ativos, pois recorremos às mais recentes e inovadoras técnicas de formação.

 

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone