Aberto ao público desde setembro do ano passado, o balcão DS Seguros Braga Norte é já uma referência no concelho. Fábio Rodrigues e Ricardo Machado são os responsáveis por este novo projeto que, embora recente, já apresenta novidades.

São jovens, empreendedores e trabalhavam na área financeira (contabilidade e gestão) antes de se aventurarem no ramo dos seguros. Juntaram-se ao grupo Decisões e Soluções por ser “um grupo com credibilidade no mercado” e assim decidiram “agarrar a oportunidade”, lançando-se por conta própria.

Dois conceitos num só balcão

Este novo balcão veio assim juntar-se ao já existente DS Seguros Braga Universidade e pretende assumir-se como um complemento neste setor, distinguindo-se pelo amplo leque de serviços disponibilizados e pelo atendimento prestado por toda a equipa. “A nossa estratégia passa pelo cliente particular, porque é um mercado muito menos assegurado, nomeadamente no que diz respeito ao Seguro Vida Crédito Habitação”. Nesse sentido, a DS Seguros Braga Norte passará a ser, também, DS Crédito. “Esta vertente vai permitir-nos prestar um serviço mais completo que assegurará uma boa poupança para o cliente”, explicaram os nossos entrevistados. “A verdade é que percebemos que existia um negócio que nos passava pela loja todos os dias e que nós não conseguíamos dar-lhe resposta, ou seja, muitos clientes apresentavam um seguro de vida muito alto, que nós facilmente conseguiríamos reduzir para metade, mas que não o podíamos fazer. O que acontecia era que o cliente, ao retirar o seguro de vida do banco, levantava algumas complicações, nomeadamente com aumentos de spread e afins. Assim, se nós conseguirmos trabalhar também o crédito, nomeadamente a transferência do crédito à habitação, nós conseguimos poupar dinheiro ao cliente de várias formas: baixamos o spread e tiramos os seguros. Recentemente, conseguimos com que um cliente poupasse, no total, cerca de 70 mil euros”, assumiram os mediadores.

Fábio Rodrigues e Ricardo Machado não se encontram focados apenas no crédito habitação. Assim, serviços como: crédito pessoal, consolidado, empresarial e automóvel também são por eles executados. “Garantimos todo o mercado o que é muito vantajoso para o público, com a nuance de que prestamos todo este aconselhamento e orientamos todo o processo sem qualquer encargo para o cliente”.

Esta loja trabalha com cerca de 80 por cento das marcas de seguros representativas do mercado nacional e internacional e, no que ao crédito diz respeito, “trabalhamos com quase todos os bancos a nível nacional, mas contamos a curto, poder contar com a plenitude do mercado”.

A mediação de seguros em Portugal

Para os nossos interlocutores, não existe uma especificidade no cliente de Braga, mas sim no cliente português. “A dificuldade que sentimos diariamente é a mesma que é sentida pelos nossos colegas de norte a sul do país. Ou seja, em Portugal ainda se pensa que os seguros se fazem, apenas, quando é obrigatório, como o automóvel por exemplo. Não é cultivada a ideia de que podemos salvaguardar capitais para qualquer imprevisto ou infortúnio. Infelizmente o cliente português procura preço e, nem tanto, qualidade (neste caso, coberturas)”, lamentaram, ao mesmo tempo que alertaram para a importância da profissionalização do papel do mediador de seguros: “Achamos que a credibilidade dos mediadores foi, até há bem pouco tempo, muito pouca, por causa de ser uma profissão em part-time. Nós queremos alterar esse paradigma e, por isso, fazemos disto a nossa única profissão”, reiteraram.

Com uma equipa de quatro consultores a trabalhar neste projeto, os sócios Fábio Rodrigues e Ricardo Machado pretendem, agora, começar a trabalhar muito mais a imagem da sua loja, apostando no marketing digital: “queremos criar páginas de apoio e consultoria na internet, onde as pessoas poderão colocar-nos as suas dúvidas e usufruir das nossas recomendações muito mais facilmente”, finalizaram.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone