A Farmácia Central de Rebordosa está no número 24 da Avenida Engenheiro Adelino Amaro da Costa, em Rebordosa. Emídio de Sousa é o proprietário deste espaço e foi com ele que estivemos à conversa, para conhecer um pouco melhor aquele que surgiu como o projeto de uma vida.

Foi pelas mãos de Emídio de Sousa que há 61 anos a Farmácia Central de Rebordosa abriu portas. Um sonho que se materializou em fevereiro de 1958 e que, desde então, vem dando cartas na região. Dotada de história, tradição e reconhecimento, esta farmácia sexagenária assume como principal foco os seus utentes, procurando prestar o melhor serviço e aconselhamento em prol da saúde de toda a população.

Materialização de um sonho
Há muito que a história de Emídio de Sousa vem sendo escrita. Em conversa, com a Portugal em Destaque, o interlocutor começa por confidenciar parte do seu percurso profissional. Desde sempre ligado à área, é com alguma nostalgia que, Emídio de Sousa, conta que assumiu, durante vários anos, a função de técnico de farmácia. “Visitava as zonas aqui à volta, onde angariava clientes e encomendas”. O interlocutor encontra no dinamismo e proatividade, com que sempre encarou a sua função, a chave para o sucesso alcançado e o motivo pelo qual sempre foi reconhecido pelo bom trabalho desenvolvido. “Tudo o que tivessem, normalmente era entregue a mim. Isso era resultado do bom trabalho que fazia. Às vezes, chegava a casa muito tarde, porque assim conseguia apanhar as faltas dos outros”, conta o entrevistado que, com um sorriso nos lábios, relembra a frase que mais ouvia aquando da sua passagem. “Costumavam dizer: ‘hoje é do Emídio’”.
O know-how e experiência deram a Emídio de Sousa o estímulo necessário para dar forma e vida a um sonho antigo, hoje materializado na Farmácia Central de Rebordosa. A vontade de fazer mais e melhor não parou por aqui e, há cerca de 30 anos, Emídio de Sousa abriu um segundo espaço, a Farmácia Ferreira de Vales.

“Temos excelentes colaboradores”
Para que os níveis de excelência sejam atingidos, os espaços contam com equipas multidisciplinares que prestam o melhor serviço e acompanhamento aos utentes. “Temos excelentes colaboradores”, assume Emídio de Sousa, que acredita que o sucesso alcançado se deve, em parte, ao bom atendimento. “Um bom balcão faz sempre um bom negócio. Uma das coisas que exijo é um bom atendimento”. É com orgulho que o interlocutor afirma que os utentes encontram, atrás do balcão das farmácias de que é proprietário, “um ombro amigo onde se podem apoiar e com quem se podem informar”.
Atualmente com oito colaboradores, igualmente repartidos pelas duas farmácias, Emídio de Sousa conta com a colaboração das duas filhas na gestão do negócio. “A mais velha trabalha na Farmácia Central de Rebordosa, a mais nova na Farmácia Ferreira de Vales”. É com satisfação que o interlocutor vê as filhas seguirem as suas pisadas e abraçarem o projeto de uma vida. “Tive sorte, porque elas também gostam desta área. Com os netos vai ser mais difícil, tenho quatro e apenas um parece estar interessado em dar continuidade”.
São seis décadas que articulam a história da Farmácia Central de Rebordosa, mas o caminho ainda está longe de terminar. É com satisfação e orgulho que Emídio de Sousa olha o trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos. Com um serviço pautado pela excelência, profissionalismo e proximidade é assim que pretende continuar tendo sempre em vista a evolução e crescimento do negócio. “Espero que isto continue como tem sido até aqui, mas que consigamos evoluir, cada vez mais. No que depender de mim, vamos continuar a prestar um serviço de excelência e a ajudar quem nos procura”. Aos 90 anos de idade Emídio de Sousa regozija-se ao afirmar: “sinto-me realizado”.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone