Com uma presença de mais de 70 anos no mercado, a Ferreira Duque é uma empresa com um crescimento sustentado através da aposta em novas tecnologias e no investimento em novos produtos, o que tem permitido cada vez mais a sua consolidação e elevação a um patamar de excelência. Para conhecer melhor a história desta empresa, a Portugal em Destaque foi ao encontro do empresário Jorge Assunção, que evocou o passado, mas também o futuro.

 

A Ferreira Duque – Fábrica de Licores e Xaropes, empresa com uma experiência acumulada desde 1942, dedica-se ao fabrico e comercialização de bebidas espirituosas e xaropes que têm como ponto comum e norteador, a qualidade. A empresa nasceu na cidade do Porto, no Campo 24 de Agosto, depois transferiu-se para a Rua Pinto Bessa. Foi nesta altura que Jorge Assunção conheceu a Ferreira Duque, até porque na mesma morada tinha uma empresa de distribuição de bebidas. A sua experiência e ligação próxima com a gerência da empresa de licores fez com que lhe endereçassem o convite para adquirir a Ferreira Duque e dar-lhe uma nova vida.

“Estou na distribuição de bebidas desde 1971, a experiência acumulada foi uma mais-valia para abraçar este novo desafio”, revela Jorge Assunção, lembrando que a Ferreira Duque está sob a sua responsabilidade e da sua esposa, Maria do Céu Ramos, há mais de 30 anos. Um dos primeiros passos foi a criação de um espaço próprio, desta feita na sua terra natal, em Santo Tirso, para albergar tanto a sua empresa de distribuição de bebidas como a Ferreira Duque. Seguiu-se a aposta na modernização dos equipamentos, com o intuito de otimizar os resultados, isto porque na altura que abraçou este desafio a produção era bastante artesanal. “A empresa tinha sete colaboradores, que apesar do seu trabalho intenso, apenas produziam cerca de cinco por cento do que agora produzem num dia”, lembra o administrador, realçando que atualmente a empresa conta com cinco colaboradores e uma das suas filhas, na gestão e organização de todos os processos e procedimentos.

A Ferreira Duque nasceu com um produto designado groselha Ferreira Duque, e “ainda hoje somos” conhecidos e reconhecidos” como a melhor groselha do país”, depois apareceu o aniz escarchado, o ponche, amêndoa amarga e os licores de sabores, mas hoje são mais de 70 os produtos presentes no portfólio da empresa.

O crescimento e o desenvolvimento da Ferreira Duque foi uma constante ao longo dos anos, porque esta nunca parou de inovar, apostando na criação de novos produtos tendo sempre como base, a criteriosa seleção de cada um dos ingredientes, frutos, plantas e aromas para o aproveitamento total das suas propriedades. Fruto da experiência da Ferreira Duque ao longo de mais de 70 anos na produção de licores e xaropes e da inovação que a caracteriza, levou ao aparecimento da marca Mysthic para dar nome à gama de vodkas sofisticadas, com sabores e aromas dos novos tempos, refletindo uma identidade muito própria.

Nas palavras de Jorge Assunção, todos os produtos são produzidos a partir da transformação dos seus ingredientes, utilizando métodos tradicionais de infusão, maceração e destilação garantindo os paladares e aromas de cada um dos ingredientes, tendo por base as receitas aprimoradas ao longo de gerações. “Ao longo dos anos temos apostado na modernização da imagem e no desenvolvimento de novos produtos, nunca descurando o rigor e a qualidade que nos distinguem”, realça o nosso entrevistado. Mas a que se deve o sucesso da Ferreira Duque e o que a distingue no mercado? Para Jorge Assunção a resposta é bastante simples. Qualidade, inovação, seriedade, flexibilidade, confiança, experiência e conhecimento adquirido, são os pilares fundamentais do crescimento da empresa. E no capítulo da qualidade, o empresário destaca a recente certificação do sistema de gestão da qualidade ISO 9001, uma estratégia que patenteia o compromisso da empresa com a qualidade, a satisfação dos seus clientes e a melhoria contínua, uma vez que estes são um factor de preocupação constante para a satisfação dos mesmos.

A internacionalização é outro dos fatores que assumem importância no desenvolvimento das organizações e a Ferreira Duque não é exceção, por isso começou a exportar alguns produtos para os Estados Unidos da América, nomeadamente, amêndoa amarga, ponche e aniz. Paralelamente “está a enviar encomendas para o Brasil, Moçambique e indiretamente para Angola e Guiné”, sublinha Jorge Assunção à Portugal em Destaque.

Com a solidez de um passado e um presente de sucesso, a Ferreira Duque abraça o futuro com vontade de continuar a diversificar os seus produtos e os seus mercados, mantendo a qualidade reconhecida pelos seus clientes. “A inovação dos nossos produtos continuará a ser o nosso fio condutor”, termina Jorge Assunção mostrando-se orgulhoso com todo este percurso.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone