História, boa mesa, paisagens idílicas e descanso: aqui encontra o que de melhor o Alentejo tem para oferecer. A simpática vila de Almodôvar, acolhe em maio a primeira edição do Festival Saberes e Sabores e foi nesse contexto que, na voz do presidente, António Bota, fomos à descoberta do que de melhor tem a Capital do Pão Alentejano para oferecer.

Longe do rebuliço dos grandes centros urbanos e das praias sobrelotadas, as cidades e vilas do Alentejo são verdadeiras joias que pode e deve visitar. Há atividades para todos os gostos e gastronomia de deixar água na boca. Almodôvar é um exemplo dessa serenidade e dos encantos gastronómicos. Vila também reconhecida como capital do pão alentejano, encontra-se no quilómetro 661 da nacional número dois (a aclamada Route 66 portuguesa). Ali as planícies alentejanas começam a esboçar relevos menores com pano de fundo das serras algarvias, que mais a sul, desenham a fronteira entre estas regiões. Almodôvar tem mais de 600 quilómetros de terra batida preparada para a prática de desportos de natureza como o BTT, o ciclismo rural ou o gravel. Os acessos estão feitos, são trilhos rurais, devidamente arranjados para promover e acolher o desporto de natureza em Almodôvar.
Da cultura e das tradições, preservam-se alguns museus, com destaque para o museu único da escrita do Sudoeste. Todavia, é a natureza e as gentes que se revelam como o maior património almodovarense. A gastronomia valoriza as tradições e parte da cultura da região. O presidente, António Bota, salientou a qualidade dos produtos da região: “temos um bom pão, temos enchidos de qualidade excecional e estamos no território do porco preto e do Campo Branco, portanto do borrego. Derivado ao nosso clima e ao nosso terroir, temos um medronho de excelente qualidade com características únicas. Depois, o queijo, o mel (notoriamente reconhecido internacionalmente) e claro, os produtos à base do pão, que nos caraterizam como a capital do pão”. Endógeno à qualidade dos produtos, eleva-se a gastronomia, “as migas, o gaspacho, a açorda, o cozido de grão, são pratos típicos que nós sabemos fazer muito bem”.

Festival Saberes e Sabores
No sentido de promover o turismo de sensações e a gastronomia do concelho, Almodôvar, recebe em maio, a primeira edição do festival Saberes e Sabores. Uma aposta assumida do atual executivo. “Queremos valorizar os sabores da terra e dar oportunidade aos produtores e restaurantes da região, de mostrar o que sabem tão bem fazer. Iremos reunir num só espaço a nossa gastronomia, o nosso saber, as nossas tradições, os nossos produtos e a nossa cultura. É uma feira de restaurantes locais a fazerem comida para que quem nos visita possa degustar o verdadeiros sabores da região”. A juntar aos sabores e às tradições, irão haver várias atividades e música, num evento que irá perdurar durante 3 dias (10, 11 e 12 de maio). “No fundo é a feira do orgulho almodovarense”, sublinhou António Bota.
Para além da aposta neste festival gastronómico, o município realiza ao longo do ano vários eventos culturais, com realce para a FACAL (Feira das Artes e Cultura de Almodôvar), que se realiza a julho deste ano, nos dias 5, 6 e 7.

Apoio ao Empreendedorismo
Almodôvar partilha o desafio da grande parte do interior do país – a falta de emprego e a incapacidade de fixar os mais jovens. Para contrariar essa norma, o atual executivo oferece apoios financeiros e de projeto aos mais jovens empreendedores. Para complementar essa oferta, o município disponibiliza “vários loteamentos a preços apelativos com objetivo de cativar os mais jovens a viverem no concelho”.
Em 2020, o projeto da zona industrial “que representa uma das grandes necessidades do município” irá ser iniciado, um passo que o atual executivo antevê como fundamental e que concretiza um dos grandes objetivos do mandato de António Bota.
“Almodôvar não vive só do momento, é um grande orgulho definir as linhas estratégicas com que Almodôvar está no presente e vai estar no futuro, mediante o passado que teve. Ou sejam, utilizando a cultura, respeito e aprendizagem do passado, para projetar o futuro do município. Queremos encontrar soluções para a população porque para nós são as pessoas que estarão sempre em primeiro lugar”, concluiu o presidente.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone