No coração de Silves, na entrada do coração da cidade, há um restaurante que oferece um conceito diferenciado. No restaurante Taberna Almedina combina-se a  tradição com a criatividade numa ementa que se inspira nos sabores genuinamente portugueses, mas com a promessa de uma cozinha moderna. Em sintonia com a natureza, neste restaurante utilizam-se produtos regionais, aliando a sofisticação da cozinha de autor à simplicidade da cozinha tradicional.

O restaurante Taberna Almedina surgiu em 2015 com a pretensão de honrar a história de Silves e de elevar o que de melhor se faz na gastronomia algarvia. O espaço define por si só o caráter e a personalidade distinta do restaurante. Destaca-se a arquitetura andaluza com tradições mouras e alguns retoques portugueses. A decoração simples e rústica remonta às tradições. A música jazz e fado complementam a primazia de um ambiente acolhedor para conviver e desafiar o paladar com os sabores da casa.

António Macedo foi o responsável por criar um espaço que faz um tributo à cultura e gastronomia de Silves. Formado em Gestão Hoteleira e natural de Lisboa decidiu abrir o seu próprio restaurante. Movido pela paixão pela gastronomia e pela história, optou por se desafiar num projeto por conta própria. “Achei que este projeto poderia ser uma boa aposta pela fusão entre a história, a cultura e a gastronomia da cidade”, contou o gerente. O nome do restaurante é também uma referência histórica: “Uma medina é uma cidade antiga rodeadas por muralhas, normalmente com cinco portas e uma porta de entrada principal. A nossa ideia era ser uma porta de entrada da Silves e que as pessoas que visitassem a cidade tivessem uma experiência gastronómica diferente, enriquecedora e distinta”, explicou António.

A gastronomia portuguesa é no Taberna Almedina reinventada e recriada pelo chef Pedro Moura, oferecendo uma carta variada –  da terra ao mar. “A nossa cozinha é demarcada por utilizarmos os produtos da região, sabemos que têm qualidade e ao mesmo tempo promovemos o que de melhor oferece Silves e o Algarve. Tentamos inovar porque nos dias de hoje é importante não fazer igual e criar ao cliente uma experiência autêntica de novos sabores. Temos a vantagem de estar próximos da costa e, ao mesmo tempo, perto da serra, criando a oportunidade de conseguir oferecer o melhor de cada parte” esclareceu António Macedo. O porco preto é rei no que diz respeito às carnes mas é referente ao mar que estão as principais bandeiras da casa: a cataplana de polvo com batata doce e a cataplana de peixe com marisco. Os pratos vegetarianos incorporam também o leque de escolha do cliente. Num cardápio distinto pela variedade, o ideal é visitar várias vezes o Taberna Almedina para se deliciar de diferentes maneiras. Também importante é a harmonização,  onde pode viajar pelos aromas dos vinhos da região algarvia: “o importante é que a experiência seja autêntica e ligada à região. São vinhos que não se encontram facilmente e que se demarcam por serem diferentes”. Para adocicar e finalizar a refeição, as sobremesas em que a amêndoa, a laranja, a alfarroba e o figo figuram nas mais variadas formas.

Apesar da conquista sucessiva dos mais exigentes paladares que passam pelo o Taberna Almedina, António Macedo garantiu que “o futuro é continuar a aprender e a inovar para satisfazer e surpreender os clientes”.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone