Luís Filipe Fernandes - Presidente
Luís Filipe Fernandes – Presidente

Enquanto parte integrante do concelho de Bragança, a União de Freguesias de Izeda, Calvelhe e Paradinha Nova guarda tesouros especiais, que vão da antiguidade do património até ao paladar único do seu azeite e folar.

Constituída por três territórios de diferentes características, a União de Freguesias de Izeda, Calvelhe e Paradinha Nova é uma divisão administrativa ainda recente, que resultou “de um processo muito complicado”, introduz o presidente, Luís Filipe Fernandes. Felizmente, com o decorrer do tempo, e graças às iniciativas do atual executivo, “os ânimos foram-se amenizando”, existindo hoje uma relação de bom equilíbrio, não apenas no contacto entre as diferentes populações, como também no que à disponibilização de serviços diz respeito.

De facto, e correspondendo a vila de Izeda ao território de maior dimensão e infraestruturas, foi política da equipa chefiada por Luís Filipe Fernandes “tentar compensar a perda das Juntas de Freguesia em Calvelhe e Paradinha Nova através de outras iniciativas”, explica o porta-voz. Nesse âmbito, e de modo a combater situações de isolamento social, existem serviços de transporte, bem como a promoção de atividades como a ginástica, a pensar na população mais envelhecida.

“Tendo em conta que as ex-freguesias estão equipadas com os serviços básicos, o grande trabalho que temos de fazer é sobretudo na área social”, considera o presidente. Posto isto, é com reforçada importância que são realizados serviços como a deslocação de farmacêuticos aos territórios mais afastados desta União de Freguesias, com o intuito de “fazer rastreios mensais à população idosa e evitar descuidos”.

Um vasto património

Um passeio por estas ex-freguesias sem uma visita às respetivas igrejas matrizes ficaria incompleto, ou não encontrássemos na beleza arquitetónica e no movimento social à volta destas construções alguns dos traços que, efetivamente, as caracterizam. Mas, paralelamente a marcos como a Capela de Santa Eulália (em Izeda), existe um ponto turístico obrigatório a todos os fãs de história ou arqueologia: a Fraga Escrevida. Situado em Paradinha Nova, este afloramento de xisto-grauvaque apresenta gravuras rupestres que, segundo várias análises, serão contemporâneas das famosas ilustrações presentes em Foz Côa. Calvelhe orgulha-se dos seus castelos, que muitas histórias têm para contar.

Izeda: terra de azeite e folar

Paralelamente à caça ou à produção de castanha (mais evidente em Calvelhe e Paradinha Nova), esta União de Freguesias é cada vez mais notória pelo azeite de características únicas que aqui se produz. Contando com cerca de 400 associados, o Lagar Cooperativo de Olivicultores da Região de Izeda é já “uma marca” da região, que potencia de sobremaneira a economia local. É, afinal, neste lagar de características modernas que se labora a azeitona santulhana, através da qual é produzido um “azeite típico e de características muito próprias”, como evidencia o seu paladar, alvo de grande reconhecimento.

Mas também conhecida pelas melhores razões é a Feira do Folar. Dinamizado pela Associação de Desenvolvimento da Região de Izeda, este é um evento realizado em época de Páscoa que atrai pessoas de outras regiões por um motivo único e simples: a qualidade, o sabor e o prestígio do folar aqui produzido, “um produto típico que é também um ex-líbris”, garante Luís Filipe Fernandes. Está, por isso, feito o convite para que todos venham conhecer e provar as melhores iguarias da região!

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone