Castelo Melhor é uma bonita freguesia rural do concelho de Vila Nova de Foz Côa, dona de um património invejável e situada numa zona de grande beleza natural, sendo também uma das portas de entrada para o Parque Arqueológico do Vale do Côa.

Castelo Melhor apresenta um património de gravuras rupestres incomparável, de grande interesse e importância, nomeadamente nos núcleos da Broeira, da Fonte Frieira, de Meijapão, de Penascosa, do Vale dos Namorados, da Canada da Moreira e da Canada do Amendoal.

A região apresenta, pois, vestígios de ocupação humana desde tempos muito remotos, tanto nestas importantes gravuras rupestres, como nos muitos vestígios de ocupação humana da Idade do Cobre ou do Bronze e, posteriormente, do período de ocupação Romana, como os vestígios de uma via em Penascosa que ligaria a Almendra ou da Villa romana em Orgal. Suevos, Visigodos e Mouros também terão deixado a sua marca por estas paragens.

Esta pacata aldeia rural deleita todos os visitantes que encontram nestas típicas ruas de casario típico de pedra, a paz de espírito e tranquilidade aliada a uma história bem rica e antiga, e monumentos como o Castelo, a Igreja Matriz, a Capela de Santa Bárbara ou a Capela e o Miradouro de São Gabriel, de onde se tem uma vista fenomenal.

José Fernandes Paulo é presidente da Junta de Freguesia de Castelo Melhor há oito anos, embora pertença ao executivo há 16 anos. Conhecendo como ninguém esta localidade, o presidente dá-nos conta dos desafios que enfrenta estando à frente de uma freguesia com a população muito envelhecida, sem crianças, na qual o elemento mais novo tem 19 anos: “Apesar dos milhares de turistas de todo o mundo que visitam Castelo Melhor durante todo o ano, a população residente é cada vez menor e mais envelhecida. Atualmente, Castelo Melhor Argal conta com cerca de 279 habitantes”, considera.

Assim, grande parte do trabalho desenvolvido por José Fernandes Paulo e pela sua equipa centra-se nesta faixa da população e na melhoria das suas condições de vida. É por isso que o presidente acredita que, numa freguesia como a sua, ter um cargo político representa muito mais do que ser político: “Estou na política, mas não sou político. Desde que entrei para a junta que gosto de ajudar o povo e é isso que me move”, salienta o nosso entrevistado.

Este apoio à população verifica-se quase 24 sobre 24 horas. Não são raras as vezes em que o telefone de José Fernandes Paulo toca durante a noite, quer seja com pedidos de declarações urgentes para o transporte de vinho, amêndoa ou azeitonas, quer seja para transportar algum habitante ao hospital.

A agricultura é mesmo a maior atividade económica da freguesia que, no entanto, também conta com uma queijaria e com uma fábrica de engarrafamento de azeite. Fruto do investimento da Junta de Freguesia, em parceria com a Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, está a ser construído um novo cemitério municipal, obra de extrema importância para a localidade, que será inaugurada brevemente.

José Fernandes Paulo salienta ainda como projetos importantes levados a cabo pelo seu executivo a iluminação noturna do castelo, ex-líbris da freguesia, e a manutenção das várias ruas e caminhos de Castelo Melhor, de modo a melhorar a acessibilidade a locais e a turistas.

O presidente da Junta de Freguesia de Castelo Melhor aproveita a oportunidade para desejar os melhores votos de Natal para os habitantes de Castelo Melhor Argal para todos os leitores, com desejos de muita saúde e prosperidade para o ano que aí se aproxima: “Visite Castelo Melhor em 2018 e não se irá arrepender”, desafia.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone