Se estiver em Esposende e quiser deliciar-se com iguarias únicas e exclusivas, já sabe, marque o seu encontro no X-Praça. Quirino Correio é o cérebro criativo do cardápio e Rita Ferreira põe em prática os sonhos e as idealizações gastronómicas do seu sócio, no negócio e na vida. Quirino e Rita contaram-nos tudo sobre as inesquecíveis e requintadas propostas gastronómicas e os seus planos de futuro.

 

Rita e Quirino idealizaram um espaço que há muito queriam e, em 2013, concretizaram-no, pensando em todos os pormenores, desde da decoração até ao cardápio, que é renovado a cada seis meses. Mais do que um espaço, o X-Praça pretende ficar na memória do paladar dos clientes. Com tantas boas propostas a dificuldade está na escolha. Comecemos pelo pequeno almoço, “a torrada com compota, a tosta de queijo das Marinhas, um queijo premiado a nível mundial, ou com a manteiga das marinhas”, como sugere Quirino Correia.

Já ao almoço ou ao jantar, merece destaque o Prego das Marinhas, o prato mais procurado, assim como a Massa com Marisco. Tudo bem regado com “sangria de espumante de maracujá ou de frutos vermelhos, ao copo ou ao jarro. Vinhos a copo, contam com 16 marcas diferentes, entre brancos e tintos. Além das 33 marcas diferentes de cervejas, o gin é o nosso ex libris, e todos os dias temos sempre sumos naturais de ananás com hortelã, melancia, romã…” como acrescenta o proprietário. Mas a cereja no topo do bolo são mesmo os hambúrgueres artesanais! Aquando da nossa entrevista, o X-Praça ingressava a Rota do Hambúrgueres Hellman’s!

Para sobremesa não podem perder o “cheesecake de frutos vermelhos, a tarte de lima, o bolo de mousse de chocolate e o bolo de Ferrero Rocher, todos eles acompanhados com um bola de gelado de lima. Por vezes ‘brincamos’, alterando o cheesecake com uma bola de gelado de manga com calda de chocolate e dá para salivar um bocadinho mais. O bolo de chocolate negro húmido, com gelado e tarte de lima, é ótimo nesta altura do verão, assim como a mousse de manga com frutos vermelhos naturais. Não posso esquecer de referir o folhado de maçã polvilhado com canela e uma bola de gelado de baunilha.”

A novidade deste ano é de prova obrigatória, “um mojito com rum envelhecido e hortelã bem macerada que faz a diferença”.

Para o jovem casal, mais do que servir refeições, o que os motiva é “proporcionar momentos extremamente agradáveis. O que as pessoas experienciam no nosso espaço é muito mais importante que tudo o resto”, afirma Quirino Correia.

Quando pensaram em avançar para o X-Praça sabiam bem o que pretendiam: “fazer um snack aprimorado, algo diferente. Não queríamos fazer o tradicional cachorro, francesinha, mas recriarmos, com uma apresentação apelativa, tentando mudar sabores, com um toque mais moderno do que é habitual”, como nos conta Rita Ferreira. Quanto à inspiração para o nome, X-Praça, Rita Ferreira explica que “o X marca o local e o nome Praça porque fica na mesma. As pessoas podem-se esquecer que é praça, mas é sempre o X. Foi e continua a ser o ponto de encontro de muita gente”.

Quase a finalizar a conversa falam-nos dos maiores desafios que enfrentaram, desde 2013, e entre eles esteve a necessidade de perceber o que os clientes procuram: “ir ao encontro daquilo que nos vão pedindo, por isso, criámos também opções para vegetarianos: saladas, bruschetta de cherry com brie e rúcula, omolete vegetariana, tentamos ir ao encontro de todos, sem perder a nossa identidade”, completa Quirino Correia.

Quanto aos projetos de futuro, “temos um outro X em mente que, por enquanto está em preparação apenas no papel. E gostaríamos de o abrir no próximo ano, em março, algures por aí”.

Partilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone