A Critical Path Managers foi distinguida com a certificação Top 5% melhores PME de Portugal em 2020. Contudo, José Paulo, gerente, releva que a empresa se destaca pela qualidade do serviço prestado aos clientes.

A Critical Path Managers é uma empresa especializada em gestão de projetos e empreendimentos na área da consultoria de engenharia. Fale-nos um pouco mais deste projeto e da vossa experiência de mais de três décadas.

A Critical Path Managers (CPM) foi criada em 2015, tendo os seus sócios fundadores tido proveniência em duas das maiores empresas portuguesas na área da engenharia.

O enfoque da nossa atividade tem sido na área da consultoria, projetos, gestão de empreendimentos, fiscalização de empreitadas e administração de obras. Cada vez mais, as atividades ligadas à engenharia necessitam de uma abordagem profissional e multifacetada, onde seja dada prioridade ao planeamento e à organização de trabalhos, de modo a antecipar os problemas do dia-a-dia, sem afetar os objetivos primordiais: prazo, custo e qualidade.

A experiência da CPM é uma junção da experiência dos seus diretores e fundadores, com mais de 30 anos de trabalho com a experiência dos seus colaboradores, criteriosamente recrutados e com referências no mercado da construção.

Os conhecimentos da nossa equipa técnica e a forma profissional com que abordamos os projetos e obras, na defesa dos interesses dos nossos clientes, têm sido fatores que têm marcado a diferença no nosso posicionamento no mercado.

A CPM foi distinguida com a certificação TOP 5% melhores PME de Portugal”. Gostávamos de ouvir a sua reação a este reconhecimento.

Face ao trabalho que temos vindo a desenvolver nos últimos anos, recebemos esta distinção com alguma naturalidade. Por um lado, encarámo-la, como uma distinção para toda a nossa equipa técnica, uma vez que é ela que, com o seu trabalho no dia-a-dia, cria a base da confiança e reconhecimento dos nossos clientes. Por outro lado, mostra também que a estratégia delineada pela gestão da empresa e o caminho de excelência escolhido são uma escolha acertada e um fator diferenciador.

Podemos ainda acrescentar que, neste momento, uma vez que estão reunidos todas as condições e rácios necessários, está também em curso a candidatura a PME Líder, que corresponderá a mais uma distinção do trabalho de toda a equipa.

Estes reconhecimentos refletem o crescimento da empresa? O futuro passará por um crescimento sustentado e aumento do leque de serviços?

Sim. Sem dúvida que estes reconhecimentos e distinções refletem o crescimento da empresa.

Não conseguimos prever o futuro, mas tudo faremos para que o crescimento seja sempre sustentado, baseado na consolidação da qualidade dos serviços e na satisfação dos nossos clientes.

Podemos avançar também que não está no nosso horizonte, o aumento do leque de serviços que prestamos, que, por si só, já é extenso, preferindo focarmo-nos na melhoria contínua dos serviços que prestamos.

O crescimento da empresa obriga à realização de alterações no trabalho. Aponte as principais adaptações implementadas.

O crescimento da empresa tem sido gradual e feito de uma forma equilibrada, pelo que não temos tido necessidade de fazer grandes alterações na forma como trabalhamos e prestamos os serviços aos nossos clientes. Não temos dúvidas que, a verificar-se a continuidade do crescimento da empresa, teremos de recorrer à implementação de novos processos organizacionais, alterando a forma como trabalhamos hoje.

A Critical Path Managers foi distinguida com a certificação Top 5% melhores PME de Portugal em 2020. Contudo, José Paulo, gerente, releva que a empresa se destaca pela qualidade do serviço prestado aos clientes. A Critical Path Managers é uma empresa especializada em gestão de projetos e empreendimentos na área da consultoria de engenharia. Fale-nos um pouco mais deste projeto e da vossa experiência de mais de três décadas. A Critical Path Managers (CPM) foi criada em 2015, tendo os seus sócios fundadores tido proveniência em duas das maiores empresas portuguesas na área da engenharia. O enfoque da nossa atividade tem sido na área da consultoria, projetos, gestão de empreendimentos, fiscalização de empreitadas e administração de obras. Cada vez mais, as atividades ligadas à engenharia necessitam de uma abordagem profissional e multifacetada, onde seja dada prioridade ao planeamento e à organização de trabalhos, de modo a antecipar os problemas do dia-a-dia, sem afetar os objetivos primordiais: prazo, custo e qualidade. A experiência da CPM é uma junção da experiência dos seus diretores e fundadores, com mais de 30 anos de trabalho com a experiência dos seus colaboradores, criteriosamente recrutados e com referências no mercado da construção. Os conhecimentos da nossa equipa técnica e a forma profissional com que abordamos os projetos e obras, na defesa dos interesses dos nossos clientes, têm sido os fatores que tem marcado a diferença no nosso posicionamento no mercado. A CPM foi distinguida com a certificação "TOP 5% melhores PME de Portugal”. Gostávamos de ouvir a sua reação a este reconhecimento. Face ao trabalho que temos vindo a desenvolver nos últimos anos, recebemos esta distinção com alguma naturalidade. Por um lado, encarámo-la, como uma distinção para toda a nossa equipa técnica, uma vez que é ela que, com o seu trabalho no dia-a-dia, cria a base da confiança e reconhecimento dos nossos clientes. Por outro lado, mostra também que a estratégia delineada pela gestão da empresa e o caminho de excelência escolhido são uma escolha acertada e um fator diferenciador. Podemos ainda acrescentar que, neste momento, uma vez que estão reunidos todas as condições e rácios necessários, está também em curso a candidatura a PME Líder, que corresponderá a mais uma distinção do trabalho de toda a equipa. Estes reconhecimentos refletem o crescimento da empresa? O futuro passará por um crescimento sustentado e aumento do leque de serviços? Sim. Sem dúvida que estes reconhecimentos e distinções refletem o crescimento da empresa. Não conseguimos prever o futuro, mas tudo faremos para que o crescimento seja sempre sustentado, baseado na consolidação da qualidade dos serviços e na satisfação dos nossos clientes. Podemos avançar também que não está no nosso horizonte, o aumento do leque de serviços que prestamos, que, por si só, já é extenso, preferindo focarmo-nos na melhoria contínua dos serviços que prestamos. O crescimento da empresa obriga à realização de alterações no trabalho. Aponte as principais adaptações implementadas. O crescimento da empresa tem sido gradual e feito de uma forma equilibrada, pelo que não temos tido necessidade de fazer grandes alterações na forma como trabalhamos e prestamos os serviços aos nossos clientes. Não temos dúvidas que, a verificar-se a continuidade do crescimento da empresa, teremos de recorrer à implementação de novos processos organizacionais, alterando a forma como trabalhamos hoje.