EmiÁtomo

A EmiÁtomo iniciou a sua atividade no âmbito do comissionamento, com o objetivo de corresponder a um mercado cada vez mais exigente, oferecendo um serviço competente e de qualidade. O sucesso obtido levou à fidelização de novos clientes e ao crescimento no mercado, o que impulsionou a empresa a alargar o leque de intervenção, nomeadamente, para a área de manutenção. A Portugal em Destaque esteve à conversa com António Relvas, gerente, que recordou a génese do negócio e revelou um dos principais objetivos para o futuro: consolidar a internacionalização.

EmiÁtomo
EmiÁtomo, empresa líder no comissionamento industrial

Nascida em 2008, em Sines, a EmiÁtomo dedica-se ao comissionamento industrial e já garantiu um posicionamento de destaque no mercado. Fale-nos um pouco mais deste projeto e de que forma foi traçando o seu percurso.

A EmiÁtomo nasceu de uma lacuna identificada no mercado na área do comissionamento. Tal como no início, todo o nosso desenvolvimento e crescimento tem por base identificações de lacunas, sejam elas a nível interno, que nos permitem melhorar o nosso funcionamento enquanto empresa, ou no mercado, como o sucedido no início da nossa atividade. A EmiÁtomo foi crescendo do balanço entre identificação de lacunas e melhorias com o objetivo final de garantir a sustentabilidade da empresa tanto financeiramente como no que toca aos recursos humanos. Em algumas fases do projeto também foi necessário arriscar, por vezes a lacuna por si só não são suficientes para o investimento. É preciso analisar, conhecer o mercado e identificar se temos competências, ou não, para esse investimento. Preferimos ter segurança nas decisões que tomamos, pois é assim que construímos um caminho sólido e de sucesso.

Hoje, a EmiÁtomo presta aos seus clientes um serviço de total confiança e dedicação, que lhes proporciona os recursos e soluções necessários para que possam maximizar os seus resultados. Atualmente, quais os serviços prestados pela empresa?

Atualmente, a EmiÁtomo está fortemente empenhada na internacionalização. Nos serviços que prestamos procuramos sempre melhorar a qualidade das atividades, de forma a garantir a satisfação e fidelização dos nossos clientes. Estamos há cerca de um ano a operar no mercado espanhol e estamos em fase de investigação no mercado dos países baixos que, um grande foco de trabalho e um mercado onde desejamos entrar.

Com uma equipa competente e multidisciplinar, a EmiÁtomo é hoje uma referência no mercado, cujo sucesso tem sido reconhecido tanto pelos clientes, que continuamente depositam a sua confiança na empresa, como por entidades externas. Prova disso, são as diversas certificações alcançadas, assim como o estatuto PME Excelência, alcançado pela empresa em 2020 sendo a quinta vez em oito anos.

Trabalhamos diariamente para garantir a sustentabilidade da empresa e a satisfação de clientes, trabalhadores e fornecedores. Necessitamos de todos os intervenientes para garantir o funcionamento e crescimento da empresa, sozinhos não seria possível. Se a isto somarmos o reconhecimento de entidades externas, demonstra que estamos no caminho certo, sem nunca esquecer que temos que continuar a trabalhar para encontrar e diminuir as nossas fragilidades e continuar a atingir os nossos objetivos. Isto é o que nos diferencia no mercado: a qualidade que exigimos de nós próprios, a equipa de trabalho que permite atuar da melhor forma nas diversas valências, a capacidade de fazer da melhoria a rotina da empresa e a agilidade na resposta as adversidades.

Tendo por base o profissionalismo e altos padrões de qualidade, a EmiÁtomo é atualmente, uma empresa consolidada no mercado nacional e internacional, nomeadamente no mercado espanhol. Por onde passará o futuro da EmiÁtomo e quais os objetivos que a empresa pretende alcançar num futuro próximo?

A internacionalização é o principal objetivo da EmiÁtomo, contudo com a pandemia acabamos por abrandar o ritmo e aproveitar este período para melhorar algumas lacunas internas. Aproveitando o início da estabilização do mercado começámos a trabalhar na solidificação em Espanha e demos início à internacionalização nos países baixos.

Equipa EmiÁtomo
Equipa EmiÁtomo