Com um percurso profissional notável, onde impera a vontade de aprender, mas sobretudo de abraçar novos desafios e experiências, a Helena Ferro de Gouveia é um conceituado exemplo de liderança e foi com ela que estivemos à conversa para mais uma edição da revista Portugal em Destaque. Fique a conhecer a mulher e profissional de referência que vem dando cartas no mundo empresarial.

Helena Ferro de Gouveia, Head Of Corporate Communications no Grupo Bel
Helena Ferro de Gouveia, Head Of Corporate Communications no Grupo Bel

Conhecida pela sua enorme capacidade de liderança e poder comunicacional, acima da média, a Helena Ferro de Gouveia assume a função de Head Of Corporate Communications no Grupo Bel, há cerca de dois anos e, mais recentemente, funções na administração da Agência LUSA. Em que momento da sua vida profissional decidiu abraçar estes desafios e, assim, deixar uma marca no mundo empresarial português?

Regressei da Alemanha em 2017, país onde vivi e trabalhei durante duas décadas, e aquando do regresso escolhi tirar um ano sabático para fazer o curso de Auditora de Defesa Nacional no IDN e o mestrado em Liderança na Academia Militar. Na sequência disso e graças à confiança depositada em mim e na minha competência abracei com enorme gosto o desafio de liderar a comunicação do Grupo Bel e simultaneamente por ao serviço das empresas do grupo a minha vasta experiência internacional, em quatro continentes, e tudo o que aprendi em matéria de boas práticas de gestão e organizacionais. Tem sido uma viagem muito estimulante.

No que toca à Agência LUSA é uma honra e simultaneamente uma enorme responsabilidade devido ao lugar destacado que a agência teve, tem e terá no panorama da comunicação social portuguesa, e que tem assumido na formação de jornalistas e na produção diária de jornalismo isento, rigoroso, plural e independente.

Inteligência emocional, empatia na solução de conflitos, tolerância, abertura para a cooperação, são algumas das características femininas que podem fazer toda a diferença no desempenho de uma organização. Além de terem características importantes para o desempenho de papéis de liderança, as mulheres também reúnem qualidades que contribuem para a inovação, como a visão sistémica mais ampla, a criatividade e a sua capacidade multifacetada. Quais das suas características foram determinantes para o sucesso alcançado e que diariamente transporta consigo no exercício das suas funções?

Quem trabalha comigo, e é esse o olhar que me importa, reconhece-me a assertividade, uma característica agêntica habitualmente associada a líderes homens, a par da visão holística das situações – aprendi no universo castrense que é inteligente ouvir praças e sargentos e não apenas oficiais – e a empatia. Considero que talvez a característica mais determinante da liderança seja o aceitar que “eu sou só uma”, ou seja sou parte de um todo, de uma equipa onde todas as peças têm igual importância e aprendizagem de quatro ferramentas: conclusão, delegação, adiamento, eliminação. Tendo elencado prioridades há que concluir as tarefas ou executar as missões, não interromper ou sobrepor a outras, de outra forma corre-se o risco de começar tudo e não concluir nada. Delegar, um líder orienta e é o responsável último, porém a delegação facilita a vida do gestor – 80 % das pessoas conseguem fazer determinadas tarefas tão bem como nós desde que esteja claro o que delas se pretende – e motiva as equipas. Adiar decisões parece um paradoxo, não o sendo, todavia, os contextos importam em comportamento organizacional. Eliminar, tudo que é desnecessário. Talvez uma das minhas características mais fortes seja o pragmatismo alemão e a falta de paciência para perder tempo.

Helena Ferro de Gouveia, Head Of Corporate Communications no Grupo Bel
Helena Ferro de Gouveia, Head Of Corporate Communications no Grupo Bel

Liderar um departamento de Comunicação como o do Grupo Bel e ter a responsabilidade de definir a estratégia de comunicação de um dos principais grupos do país, que atua em tão diferentes áreas, pode ser muito exigente. Quais os principais desafios que o Grupo Bel lhe veio trazer?

O Grupo Bel, que este ano completa 20 anos, mantem a irreverência, a criatividade e o dinamismo, próprios da juventude conjugando-os com a responsabilidade social e a preocupação, quer com a criação, quer com a manutenção de emprego. Pela sua diversidade é um empregador estimulante e que obriga à procura constante de novas ideias e soluções. A Lusa é como disse anteriormente uma honra e uma responsabilidade.

O Grupo Bel celebra 20 anos de atividade. Qual a mensagem que este marco e celebração pretende deixar a todos quantos nos leem, a todos quantos trabalham convosco e a todos quantos usufruem dos vossos serviços e produtos?

Dito de uma forma muito simples: somos um grupo empresarial de empresas de valor, com valores. Vivemos a responsabilidade social nas suas múltiplas dimensões, ética, ambiental, social e plasmamos na gestão aquilo que é o nosso ADN: inovação, respeito, transparência, rigor.

Para finalizar, gostaríamos de saber, quem é a Helena Ferro de Gouveia de hoje? Uma mulher/profissional realizada? Quais os desafios que se seguem?

Sou uma pessoa profundamente realizada como profissional, construi uma carreira que me levou a quatro continentes e mais de cinquenta países, conheci pessoas extraordinárias que com o seu conhecimento e experiência me ajudaram a tornar-me no que sou. Sou também uma mulher muito bem resolvida e orgulhosa da sua família e das mulheres em que as minhas filhas se tornaram. Quanto a desafios costuma-se dizer que o céu é limite, eu acrescento, uma vez que sou paraquedista civil, nem o céu é o limite, apenas a nossa determinação, capacidade de trabalho e integridade o são.

Grupo Bel