Com 69 anos de história, o Laboratório Edol reforça, a cada dia, a sua posição de liderança e destaque nas áreas de Oftalmologia, Dermatologia, Dermocosméstica e, mais recentemente, Otorrinolaringologia. Fique a conhecer esta empresa farmacêutica 100% portuguesa pela voz de Mafalda Pimpão, diretora de Marketing e Vendas.

Mafalda Pimpão, Diretora de Marketing e Vendas do Laboratório Edol
Mafalda Pimpão, Diretora de Marketing e Vendas do Laboratório Edol

Ser uma empresa de referência como parceiros e promotores da saúde, do bem-estar e da qualidade de vida é um dos principais propósitos do Laboratório Edol, uma empresa farmacêutica 100% portuguesa especializada em Oftalmologia. Fale-nos um pouco mais deste projeto e de que forma foi conquistando a sua posição de destaque no mercado nacional e internacional.

A nossa forma de trabalhar sempre transmitiu a nossa essência enquanto empresa 100% portuguesa e familiar. Não pretendemos ser apenas uma empresa fabricante e comercializadora de produtos farmacêuticos, mas sim uma empresa de referência no setor, que prima pela qualidade dos seus produtos e aposta em parcerias com a classe médico-farmacêutica e com as comunidades onde estamos inseridos. A nossa posição reflete essa parceria de tal forma que, temos lançado e melhorado produtos que nos são solicitados para colmatar lacunas existentes no mercado. Esta relação de proximidade e de saber ouvir permitiu-nos este ano completar 69 anos de história.

O Laboratório Edol dedica-se ao desenvolvimento, fabrico e comercialização de medicamentos, dispositivos médicos, produtos cosméticos e de higiene corporal e suplementos alimentares. Atualmente, quais as áreas terapêuticas em que o Laboratório Edol desenvolve a sua atividade?

Como o nome indica (EDOL – Empresa de Oftalmologia e Dermatologia de Lisboa), temos o nosso core business assente nas áreas terapêuticas de Oftalmologia, Dermatologia e Dermocosmética. Contudo, na última década, temos vindo a desenvolver novas áreas terapêuticas, como é o caso da Otorrinolaringologia. Em todas elas produzimos produtos tópicos das mais variadas formas farmacêuticas. 

Podemos afirmar que, a nível nacional, somos líderes de mercado em número de unidades na área de Oftalmologia e que na Dermatologia temos uma posição de destaque. Na Dermocosmética somos líderes no mercado dos cremes hidratantes em farmácias e parafarmácias com o nosso Creme ATL Hidratante. Na Otorrinolaringologia atingimos uma posição de liderança no mercado das gotas auriculares para o tratamento das Otites. 

É uma posição que nos traz bastante satisfação e gratidão e que espelha o trabalho árduo que temos vindo a desenvolver para sermos cada vez mais competitivos num mercado tão exigente.

Fachada Laboratório Edol
Laboratório Edol

Reforçar a liderança no mercado português e continuar a expandir o negócio nos mercados internacionais assume-se um dos principais objetivos do Laboratório Edol, que tem vindo, desde 2005, a apostar na internacionalização através de parcerias com empresas locais. Presentemente, em que países marcam já presença os produtos exportados pelo Laboratório Edol?

Tem sido um enorme desafio desde então e tem requerido bastante trabalho e dedicação por parte de toda a empresa. Mas tem trazido frutos e podemos orgulhosamente dizer que temos os nossos produtos em 34 países diferentes. 

Rigor e exigência são dois dos valores fundamentais do Laboratório Edol, que aposta no desenvolvimento de produtos e serviços com elevados padrões de qualidade, capazes de garantir a satisfação e confiança dos seus clientes. De que forma o Laboratório Edol tem vindo a inovar no sentido de assegurar a máxima qualidade e conforto aos utilizadores dos seus produtos?

Uma das premissas para assegurar a máxima qualidade dos nossos produtos passa pela escolha exigente e exaustiva das matérias-primas e excipientes utilizados, a par de processos de fabrico e garantia de qualidade de elevado rigor. Simultaneamente, contamos com uma equipa especializada e multidisciplinar que trabalha diariamente para melhorar os nossos produtos, baseado no feedback de utentes e profissionais de saúde. 

Focado em atingir o seu compromisso de qualidade, o Laboratório Edol aposta em protocolos e parcerias com entidades de reconhecido mérito e prestígio científico, no sentido de acompanhar o desenvolvimento e a inovação de novos produtos. Quais as parcerias nacionais e internacionais de maior relevância que permitem ao Laboratório Edol satisfazer as necessidades de alargamento da gama de produtos e, simultaneamente, as exigências do mercado?

Desde há muitos anos que o Laboratório Edol tem parcerias estratégicas com várias entidades, por forma a inovar nas suas áreas terapêuticas. São exemplo, Universidades e Centros de Investigação, como é o caso da Faculdade de Farmácia de Lisboa e do AIBILI (Associação para Investigação Biomédica em Luz e Imagem), do qual somos parceiros desde a sua fundação. Simultaneamente, temos também uma parceria com uma empresa alemã que é um dos principais fabricantes europeus em Oftalmologia e com os quais desenvolvemos projetos de I&D de novos produtos.  

Mais recentemente, fizemos uma parceria out of the box e 100% portuguesa: EDOL e DELTA. Ambas empresas juntaram o seu know-how e desenvolveram, nos últimos três anos, produtos altamente inovadores e disruptivos – os Aqtive Coffees. Tratam-se de cafés funcionais em cápsulas Delta Q, que têm como objetivo prevenir algumas patologias. Lançámos no mês passado as duas primeiras referências, uma para prevenir a Fadiga Intelectual e a outra para o Reforço do Sistema Imunitário, através da inclusão de vitaminas e minerais criteriosamente selecionadas dentro de um expresso perfeito. Estão à venda nas Farmácias e Parafarmácias aderentes, abrindo assim uma nova categoria de produtos no mercado português. Estamos confiantes que será uma parceria vencedora. Por último, gostaríamos de reforçar a independência do Laboratório Edol que não adota parcerias baseadas em royalties.

Carlos Setra, Presidente do Conselho de Administração do Laboratório Edol
Eng. Carlos Setra, Presidente do Conselho de Administração do Laboratório Edol

O Laboratório Edol iniciou a sua atividade, a partir de uma farmácia de Lisboa, em 1952. Dez anos mais tarde, foi construída a primeira unidade fabril e em 2008 o crescimento levou a uma mudança para novas instalações. Hoje, fruto desse mesmo crescimento, encontra-se em curso a construção de uma nova unidade fabril. Fale-nos um pouco mais sobre este investimento e de que forma vem contribuir para reforçar a posição de liderança do Laboratório Edol na área de Oftalmologia.

Esta unidade industrial, que se encontra em fase de conclusão, representa um investimento gigantesco (à nossa escala) que tem sido um dos nossos grandes focos nos últimos três anos. É uma unidade fabril com tecnologia de ponta, dedicada ao fabrico de estéreis, como colírios com e sem conservantes, pomadas oftálmicas e sprays nasais para Otorrinolaringologia. Esta nova instalação irá ampliar substancialmente a nossa capacidade produtiva, abrindo-nos portas para novos mercados e produção para terceiros. Paralelamente, irá permitir o desenvolvimento de novos produtos, através de métodos de fabrico de última geração. Acreditamos que com este investimento vamos reforçar e solidificar a nossa posição, empresas de referência no fabrico de produtos de Oftalmologia.

Continuar a representar valor acrescentado para os profissionais de saúde, para os parceiros de negócio e para a comunidade onde se encontra inserido, é um dos principais objetivos do Laboratório Edol para o futuro. A par disso, que outros objetivos e projetos estão em vista para os anos de 2021 e 2022?

Para além da conclusão da nova unidade fabril, está a decorrer uma fase de modernização da empresa a vários níveis. Para tal, temos investido também em projetos de aquisição de novas máquinas, de novos softwares e de novos métodos de trabalho que nos permitam revalidar a nossa posição e competitividade por muitos mais anos.