A Universidade Nova de Lisboa está entre as mais sustentáveis do mundo e como não poderia deixar de ser a Nova SBE tem também na sua identidade uma responsabilidade social muito vincada – “Nova Sustainable Way to Life”. Para melhor conhecermos o trabalho desenvolvido por esta instituição estivemos à conversa com Luís Veiga Martins, Associate Dean for Community Engagement & Sustainable Impact, que em entrevista nos revelou alguns dos principais projetos e iniciativas levados a cabo em prol do desenvolvimento sustentável.

Luís Veiga Martins, Associate Dean for Community Engagement & Sustainable Impact
Luís Veiga Martins, Associate Dean for Community Engagement & Sustainable Impact

 Quais as preocupações da Nova SBE com a sustentabilidade e que projetos, iniciativas e esforços está a escola a levar a cabo para abordar os desafios globais atuais e promover desenvolvimento sustentável?

A Nova SBE tem vindo, de uma maneira cada vez mais explícita, a desenhar aquele que é o nosso compromisso para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a Agenda 2030. Através de todas as atividades da escola – educação, investigação, ativação da comunidade através de parcerias e das nossas próprias operações – queremos ser parte da solução e aceleração do diálogo que prepara líderes responsáveis e dissemina conhecimento científico, teórico e aplicado, a desafios concretos das esferas públicas e privadas.

A nossa jornada dos ODS passa pelo desenvolvimento de vários os projetos e iniciativas, dos quais destacamos o mapeamento dos programas académicos de todos os níveis de ensino de forma a perceber quais aqueles que endereçam os desafios globais da Agenda 2030; o desenvolvimento de um Modelo de Impacto integrando os princípios do desenvolvimento sustentável em todas as suas atividades e operações; o lançamento da 2ª edição do Relatório de Impacto da Nova SBE que espelha todas as iniciativas que aconteceram na comunidade da Nova SBE durante o ano letivo de 2019/20; a aprovação da candidatura Cascais Smart Pole by Nova SBE a criar um Laboratório Vivo na zona do Campus; o lançamento da plataforma “Role to Play” que dá voz à nossa comunidade para que possam partilhar conhecimento científico, projetos ou histórias inspiradoras, capazes de ajudar todos para encontrarem o seu propósito na transformação da sociedade, alinhada com a visão da escola para um futuro melhor e mais sustentável.

 Esta mudança global de paradigma leva a que as empresas também tenham de iniciar processos de mudança organizacional que abranjam a sustentabilidade e o impacto social. Como é que a Nova SBE pode ajudar nessa transformação?

Através da educação e investigação aplicada. Na primeira na preparação dos futuros líderes de sustentabilidade, capacitando os alunos com competências e valores para o desenvolvimento sustentável, nas suas diferentes dimensões ambiental, social e económica. Serão eles os agentes de mudança nas suas carreiras profissionais futuras.

O segundo nível é o da investigação aplicada através os nossos Centros de Conhecimento que trabalham junto de organizações governamentais, privadas ou da sociedade civil na procura de tornar cada vez mais claro e tangível o contexto e a ação de um determinado desafio: qual é o diagnóstico e estado de arte, suportada com respostas da academia e evidência científica e quais são as respostas mais eficazes e inovadoras que potenciarão a mudança organizacional que quero ver e preciso no futuro.

A Plataforma Role to Play dissemina e democratiza todo este conhecimento partilhando-o com a sociedade em geral, promovendo a envolvência de mais organizações à nossa comunidade, através de projetos já desenvolvidos nas suas próprias jornadas ou criando novos.

Hoje, mais do que nunca, a Nova SBE assume-se como uma vitrine de sustentabilidade, com impacto local, nacional e global?

Claramente. A Nova SBE assume-se como um agente ativo, influenciador e inspirador para o desenvolvimento sustentável, que sente a responsabilidade, enquanto instituição do ensino superior, de formar líderes responsáveis ​​e disseminar conhecimento capaz de responder aos desafios dos dias de hoje – mapeados nos 17 ODS. Pretendemos fazê-lo não só através da educação, da investigação aplicada e dos projetos que desenvolvemos com as organizações, mas também das nossas práticas e políticas internas. Temos consciência do caminho que já percorremos, mas também do que ainda nos falta percorrer. Pretendemos continuar a nossa jornada de promoção do desenvolvimento sustentável no cumprimento da nossa missão de impacto onde todos e cada um de nós tem um papel a desempenhar (We all have a Role To Play) no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

NOVA SBE
NOVA SBE