A Unilever FIMA é uma empresa global de venda de produtos de grande consumo, que produz algumas das marcas mais conhecidas a nível mundial, sendo que todas caminham no sentido de reduzir a sua pegada ambiental e aumentar o seu impacto social positivo. Ana Moreira, diretora de Food Solutions, Communications & CMI da Unilever FIMA e da Gallo Worldwide, dá a conhecer nesta edição o caminho percorrido pela empresa em prol da sustentabilidade.

Em 2010, a Unilever FIMA lançou o Plano de Sustentabilidade (USLP), destinado a provar que a sustentabilidade e o desempenho empresarial de sucesso estão interligados. Decorrida a primeira década deste compromisso pioneiro, qual o balanço que faz deste plano e de que forma a Unilever FIMA contribuiu para a construção de um futuro melhor?

Podemos dizer que, de forma geral, o balanço dos 10 anos do USLP foi positivo, pois atingimos parte das metas a que nos propusemos e para tal foi relevante o envolvimento dos nossos fornecedores desde o início. O USLP foi fundamental no estabelecimento de parcerias com ONG, organizações governamentais, universidades, entre outras entidades, e serviu de base para definirmos os novos compromissos que, entretanto, lançámos. Sempre soubemos e alegámos que só é possível combater as alterações climáticas, proteger a natureza e melhorar a saúde, o bem-estar e as condições de vida das pessoas, através de uma ação coletiva, que envolve todos os stakeholders desde colaboradores até à sociedade civil.

A Unilever FIMA assume-se uma empresa global com um propósito global: contribuir para que as pessoas vivam de forma sustentável. Nesse sentido, a Unilever apresentou um novo conjunto de medidas e compromissos a fim de melhorar a saúde do planeta.  Quais as medidas e compromissos assumidos pela empresa?

De facto, assumimos novos e ambiciosos compromissos. Com o Fundo pelo Clima e pela Natureza ambicionamos, que em 2039 todos os nossos produtos produzam zero emissões líquidas. Pretendemos ter uma cadeia de fornecimento sem desflorestação, até 2023.  Iremos ainda capacitar e trabalhar com uma nova geração de agricultores e pequenos proprietários, dinamizando programas para proteger e restaurar as florestas, os solos e a biodiversidade.

O programa “Futuro Limpo” foi criado com o intuito de promover o fim do uso de substâncias químicas derivadas de combustíveis fósseis nos produtos de limpeza e de lavagem de roupa até 2030. O investimento de mil milhões de euros irá financiar pesquisas em biotecnologia, utilização de CO2, de resíduos e química de baixo carbono com o objetivo de criar fórmulas biodegradáveis e eficientes no uso de água, até 2025.

Em fevereiro, anunciámos uma nova meta de vendas globais de mil milhões de euros de alimentos de origem vegetal alternativos à carne e laticínios, nos próximos cinco a sete anos. Esta meta faz parte da iniciativa “Future Foods” com a qual desejamos reduzir para metade o desperdício alimentar nas operações diretas, até 2025. Pretendemos duplicar a quantidade de produtos que fornecem uma nutrição positiva até 2025 e reduzir a quantidade de calorias e do teor de sal e açúcar.

A iniciativa “Beleza Positiva” recentemente lançada visa ajudar a melhorar a saúde e o bem-estar e promover a igualdade e inclusão de mil milhões de pessoas por ano, até 2030. Iremos eliminar a palavra “normal” de todas as embalagens e campanhas publicitárias das nossas marcas e apoiar a proibição mundial de testes em animais nos cosméticos, até 2023.

No que respeita aos plásticos, ambicionamos ter embalagens com mais de 25% de plástico reciclado e reduzir para metade o uso de plástico virgem até 2025. Pretendemos garantir que 100% das nossas embalagens de plástico são desenhadas para serem reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis.

Em 2020, a Unilever foi reconhecida como líder em sustentabilidade corporativa ao ficar em nº.1 pelo 10.º ano consecutivo, de acordo com uma pesquisa da GlobeScan-SustainAbility e reconhecida como nº.1 no setor pelo Dow Jones Sustainability Index. Quais as metas que continuarão a guiar a Unilever para que mantenha a posição de líder global em sustentabilidade corporativa?

Continuaremos a estabelecer metas concretizadas nas pessoas, nas marcas, na maneira como nos relacionamos com a restante indústria e parceiros e na forma como comunicamos com os consumidores. Há mais de 120 anos que somos pioneiros, inovadores e criadores do futuro e pretendemos continuar a sê-lo e de uma forma sustentável. O nosso propósito está enraizado em tudo o que fazemos e isso traduz-se numa criação de valor para a sociedade.