É entre os encantos de um belíssimo património natural e em pelo Oceano Atlântico que encontramos o Município de Velas, na ilha de São Jorge, Açores. Luís Silveira, Presidente do Município de Velas revelou os encantos e pontos de visita turísticos obrigatórios para quem os visita. Sobejamente conhecida como “Velas, Capital do Queijo”, este município tem muito para oferecer: das paisagens verdejantes, ao facto existirem lugares onde é possível observar as ver cinco Ilhas em simultâneo, passando pelo forte apego às suas tradições e com uma oferta gastronómica inigualável.

Luís Silveira, Presidente do Município de Velas
Luís Silveira, Presidente do Município de Velas

É desde 2013 presidente da Câmara Municipal de Velas. Prestes a terminar o último ano deste mandato à frente dos destinos do município, quais foram as áreas alvo de especial atenção durante este quadriénio?

Depois do trabalho de estabilização e reorganização da Autarquia no primeiro mandato, o atual permitiu-nos investir, tendo o Município esgotado todos os fundos disponíveis em candidaturas a fundos comunitários no âmbito do Programa Operacional Açores 2020.

Um mandato em que o orçamento da Edilidade triplicou, sendo que esses investimentos tiveram como uma das prioridades a Rede Pública de Abastecimento de Água, onde hoje temos mais quantidade e qualidade, levando o Município a ser galardoado e reconhecido por ter água de excelência pela Entidade Reguladora. Mas além deste, foram realizados inúmeros investimentos que visam, sobretudo, a criação de postos de trabalho e riqueza no nosso concelho. Teve, igualmente, uma componente social muito forte, o que nos permite ser o concelho dos Açores com a menor carga fiscal, devolvendo os 5% das suas receitas próprias do IRS, cobrando o IMI pelo mínimo e não cobrando Derrama às empresas, permitindo que estas gerem riqueza e criem novos postos de trabalho, além de outras medidas de apoio que foram criadas no âmbito da atual pandemia, principalmente no último ano e meio, por forma a ajudar as Famílias, Empresas e Instituições do concelho.

Em pleno atlântico surge o arquipélago dos Açores, composto por nove ilhas. É na ilha de São Jorge que podemos encontrar o Município de Velas, que atrai milhares de turistas e visitantes todos os anos. Que roteiro não pode faltar numa visita à “Capital do Queijo”, para viver uma experiência inesquecível?

Visitar São Jorge é contemplar a natureza, com cenários imperdíveis, onde se destacam as Nossas Fajãs, Reserva da Biosfera, por classificação da Unesco. Saborear uma gastronomia única, com os mariscos e o peixe fresco que o mar do Atlântico nos fornece, com a carne IGP proveniente dos animais que repastam os verdejantes pastos, coroada pela Nossa “Joia da Coroa”, o Queijo de São Jorge DOP, com mais de 500 anos de História, um produto de Excelência e Premium, sem esquecer as Ameijoas da Caldeira de Santo Cristo, um santuário natural e único para a sua produção. Na doçaria tradicional e única, referência para o doce que provém da época dos Descobrimentos, as “Espécies de São Jorge”.

Esta é também a Ilha em que o turista consegue ter a noção real de Arquipélago, sendo a mais central dos Açores, é ladeada a Sul pelas Ilhas do Pico e Faial, e a Norte pelas Ilhas da Graciosa e Terceira e em alguns lugares conseguimos ver cinco Ilhas em simultâneo.

São Jorge é uma Ilha com uma componente muito forte nas suas tradições, por via também do seu Património Arquitetónico, e das suas Festividades, onde se destaca as Festas do Espírito Santo que podem ser determinantes para diminuir a sazonalidade, até porque antecedem a época alta do verão. Com uma boa rede de transportes, aéreos e marítimos, e que permite, com muito baixo custo, visitar uma outra Ilha tornando a experiência inesquecível.

Pano do Município de Velas
Pano do Município de Velas

Velas é a Capital do Queijo, mas a promoção da Ilha de São Jorge vai para além desta iguaria. Quais são as vossas expectativas para este ano?

A promoção da Nossa Terra é feita por “Velas, Capital do Queijo”, embora com uma diminuição no último ano e meio, face à pandemia que vivemos, o que é normal, mas a verdade é que 2018 e 2019 houve uma promoção considerável para aquilo que é a nossa dimensão, desde logo em revistas da especialidade, quer no país ou fora deste, e que tem dado frutos, prova disso foi o ano de excelência de 2019. Se, por um lado, o setor privado acreditou e investiu, hoje, o concelho tem sensivelmente mil camas, número que quase triplicou daquilo que tínhamos em 2016 e 2017, e mesmo em tempo de pandemia continuamos a ver inúmeros investimentos a surgir. A nossa expetativa é que este ano já tenhamos alguma retoma e que possamos ter a Nossa Ilha cheia de turismo e com aquilo que é o bem receber dos jorgenses, que demonstram o quanto gostamos de receber as pessoas na Nossa Terra.

A European Best Destinations elegeu os Açores, como destino seguro para férias em 2021. A eleição foi baseada em critérios como o número de casos de Covid-19 por 100 mil habitantes, as medidas sanitárias e as recomendações locais impostas pelas autoridades para receber turistas nos hotéis, lojas e restaurantes. Esta distinção veio reforçar a confiança em escolher o Município de Velas no momento de eleger o destino de férias?

Enquanto Autarca, aquilo que é mais importante é o bem-estar das pessoas, a sua segurança e saúde. A verdade é que temos que saber e aprender a viver com esta pandemia, embora não haja muito mais margem para aguentar esta situação, e é de todo importante que comece a haver retoma, sendo que estamos preparados  para receber quem nos quer visitar, havendo a expetativa que, cumprindo-se as normas preventivas, que este ano já será um ano bom em termos de turismo, embora diferente dos anteriores, e tendo em conta pelo número de reservas já registadas no Concelho, que já é considerável.

Numa altura em que as pessoas estão sedentas por destinos de férias, essencialmente destinos seguros, não duvido que os Açores, São Jorge, e em particular as Velas, será um desses destinos, onde temos as condições, aos mais variados níveis, para receber quem nos visita.

À semelhança de 2020, também o ano de 2021 será sinónimo de superação e (re)adaptação. Que mensagem de esperança gostaria de deixar a todos os Velenses e que convite gostaria de deixar aos nossos leitores?

Como mensagem o que posso dizer é que visitem os Açores, visitem São Jorge, e nomeadamente Velas, pois, como povo acolhedor que somos, cá estaremos sempre com um sorriso nos lábios e brilho nos olhos para receber todos quantos visitem a Nossa Terra, apelando a que todos, e para segurança de todos, cumpram com as normas preventivas, mas na certeza de que será um destino que ficará na memória por aquilo que levarão consigo, desde logo pelo povo acolhedor e afável, pelas belezas naturais únicas da Ilha, em que o verde das pastagens se entronca com o azul do mar, com uma gastronomia muito forte e de sabores inesquecíveis. Em suma, São Jorge, e as Velas em particular, são um destino a visitar e que ficará na memória futura de todos quantos cá vierem.

Município de Velas
Município de Velas